Prefeitura afirma que estoque anual de insumos para pacientes diabéticos está garantido

Município publicou nota após DPU pedir a suspensão Mossoró Cidade Junina até a regularização do fornecimento dos insumos

Foto: Secom/PMM
Foto: Secom/PMM

A Prefeitura de Mossoró publicou nota rebatendo as informações divulgadas pela Defensoria Pública da União (DPU), que pediu a suspensão do Mossoró Cidade Junina até que fosse regularizado o fornecimento de insumos (lancetas, seringas e fitas/tiras reagentes) para tratamento de diabetes dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) no município.

O Poder Executivo local garante que o estoque anual de insumos para pacientes diabéticos está garantido, com a contratação de 36 mil unidades da insulina Degludeca e de 18 mil unidades da insulina Asparte, com investimento superior a R$ 3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais).

Segundo o Município, além desses dois tipos especiais, outras insulinas e insumos foram adquiridos, incluindo lancetas, fitas e agulhas, através de processo legal.

Confira abaixo a nota encaminhada pela Prefeitura de Mossoró:

"A respeito do pedido da Defensoria Pública da União à Justiça Federal quanto ao fornecimento de insulinas aos pacientes do Município, a Prefeitura de Mossoró esclarece que o atendimento se dá no âmbito do Sistema Único de Saúde.

Conforme reconhecido e divulgado em ocasiões anteriores no site da Prefeitura (www.prefeiturademossoro.com.br), o Município garante o estoque anual. Ao todo foi contratada a aquisição de 36 mil unidades da insulina Degludeca e de 18 mil unidades da insulina Asparte, com investimento superior a R$ 3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais). Além desses dois tipos especiais, outras insulinas e insumos foram adquiridos, incluindo lancetas, fitas e agulhas, através de processo legal.

Desta maneira, não são procedentes as informações divulgadas, e com isso, a Prefeitura de Mossoró reafirma e assegura a regularidade do atendimento aos pacientes diabéticos"