Novo lote de insulinas especiais chega à Secretaria de Saúde de Mossoró

Distribuição começou a ser feita na manhã deste sábado, 23, no Centro Administrativo; investimento do Município foi de mais de R$ 300 mil

Foto: Secom/PMM
Foto: Secom/PMM

Equipes da Secretaria Municipal de Saúde montaram um esquema especial para início da entrega das insulinas de alto custo e insumos para pacientes diabéticos, na manhã deste sábado, 23, no Centro Administrativo.

De acordo com a coordenadora das Doenças Crônicas Não Transmissíveis do Município, Conceição Negreiros, as insulinas chegaram na noite da sexta-feira, 22, e a equipe da Secretaria de Saúde estava no Centro Administrativo tanto para acondicionar todo o lote recebido, como organizar a logística para iniciar a entrega já neste sábado.

Na manhã deste sábado, 23, foram distribuídas 200 fichas. Conceição Negreiros também realizou palestras educativas curtas, para os pacientes presentes na fila de espera para o recebimento das insulinas, orientando sobre cuidados com a saúde dos diabéticos, os serviços disponibilizados pela Prefeitura de Mossoró, através da Secretaria de Saúde.

"Com o recadastramento que foi realizado nos últimos meses, a entrega desse material foi otimizada, porque todos os pacientes cadastrados possuem um número, o que facilita todo o processo. Antes os prontuários dos pacientes eram organizados por ordem alfabética", explica.

Além da entrega das insulinas e insumos, Conceição Negreiros faz questão de enfatizar que o objetivo do Município é otimizar as ações para a instalação do Programa de Apoio ao Diabetes. "Nosso intuito é prestar toda assistência aos pacientes diabéticos, com o médico endocrinologista, psicólogo, assistente social para a realização de visitas domiciliares, fazendo todo o acompanhamento específico, de acordo com a necessidade de cada um", comenta.

A Prefeitura investiu o montante R$ 312.091 nas compras de 2.903 unidades da Tresiba e 2.175 unidades da Novorapid. "Foi feita uma licitação e o Município otimizou a compra, aumentando a oferta de insulinas. Atualmente temos cadastrados 863 pacientes diabéticos, recebendo insulinas de alto custo e insumos, através da Secretaria de Saúde", conclui Conceição Negreiros.