Mossoró fará adesão ao programa de escolas cívico-militares do Governo Federal

Município indicará as escolas Celina Guimarães, Raimunda Nogueira do Couto e Heloísa Leão, localizadas, respectivamente, nas Barrocas, Santo Antônio e Bom Jesus.

Foto: Ilustração/Agência Brasil
Foto: Ilustração/Agência Brasil

Com o anúncio feito pelo Ministério da Educacão de que a partir dessa sexta-feira (4) o governo disponibilizará um novo período de adesão às escolas civico-militares para os municípios, a Prefeitura Municipal de Mossoró, através da Secretaria de Educação, manifestou interesse em participar. A PMM irá se habilitar com 3 escolas.

Segundo a Secretária de Educação, Magali Delfino, o Município fará o pedido de adesão ao programa nacional com as Escolas Celina Guimarães, Raimunda Nogueira do Couto e Heloísa Leão, localizadas respectivamente nas Barrocas, Santo Antônio e Bom Jesus. "Somente essas escolas estão dentro do perfil estabelecido pelo governo federal", esclareceu a secretária de Educação, Magali Delfino, acrescentando que o Município irá estimular as escolas para que elas possam participar individualmente.

A prefeita Rosalba Ciarlini disse que vai lutar para que Mossoró seja contemplada. "Logo que soube que os municípios podem mudar o perfil das escolas, candidatei Mossoró. Não há nada de partidarismo nisto, há tão somente uma luta (que deveria ser de todos) para não deixar nossa cidade para trás", destacou.

Conforme o MEC, dentre os critérios terão preferência as escolas que tenham estudantes em situação de vulnerabilidade social e Índice de Desenvolvimento de Educação Básica (IDEB) abaixo da média do estado.

A Prefeitura está se preparando para fazer consulta pública à comunidade sobre a mudança do modelo educacional, acreditando ser uma das selecionadas.

O Ministério da Defesa utilizará militares da reserva das Forças Armadas para trabalhar nas escolas que aderirem ao novo programa. Os militares deverão ser contratados por meio de processo seletivo, com tempo mínimo de serviço de dois anos, prorrogável por até 10 anos. Eles passarão por treinamento e receberão 30% da remuneração que recebiam antes da aposentadoria. Municípios poderão destinar policiais e bombeiros militares para auxiliar na disciplina e organização das escolas.

As prefeituras interessadas poderão solicitar participação até 11 de outubro.

Com informações da Secom/PMM