Mossoró encerra 2018 com saldo de 876 novos empregos com carteira assinada

De acordo com dados do Caged, o município registrou ao longo do ano passado 20.643 admissões, contra 19.767 demissões.

Foto: Marcos Garcia/De Fato
Foto: Marcos Garcia/De Fato

Maricelio Almeida

De janeiro a dezembro de 2018, Mossoró contabilizou saldo positivo na criação de postos de trabalho formais. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), o município registrou 20.643 admissões, contra 19.767 demissões, o que representa um saldo, no ano, de 876 empregos com carteira assinada.

Levando em consideração apenas o mês de dezembro, o resultado foi negativo. No mês passado, o número de desligamentos superou o de contratações: foram 1.050 admissões e 1.902 demissões, gerando um saldo negativo de -852 empregos.

O setor de serviços foi o que mais demitiu no mês passado (-316), seguido da construção civil (-219) e da agropecuária (-293).

A queda em dezembro interrompeu uma sequência de sete meses de saldo positivo na geração de empregos na cidade. Desde maio, os números do Caged eram favoráveis para o município.

Em novembro, o município contabilizou 1.624 admissões contra 1.324 demissões, o que representou 282 novos empregos com carteira assinada. Em outubro, o saldo positivo foi de 309 empregos; em setembro 365 empregos; agosto 1.023 e julho 468 vagas. Em junho o saldo foi de 736 novos postos de trabalho e em maio foram contabilizados + 122 vagas.

Raio-x da geração de emprego em Mossoró - 2018

Janeiro: -243 postos de trabalho

Fevereiro: -922 postos de trabalho

Março: -340 postos de trabalho

Abril: -204 postos de trabalho

Maio: +122 postos de trabalho

Junho: +736 postos de trabalho

Julho: +468 postos de trabalho

Agosto: +1.023 postos de trabalho

Setembro: +365 postos de trabalho

Outubro: +309 postos de trabalho

Novembro: +282 postos de trabalho

Dezembro: -852 postos de trabalho