Homologação da outorga da FM educativa para a Uern é publicada no Diário Oficial da União

A expectativa é de que vencidos todos os prazos, a FM Universitária da Uern volte ao ar até o final deste ano.

Da Agecom/Uern

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) está prestes a conquistar um sonho antigo, com a concessão definitiva da FM Universitária. O Diário Oficial da União (DOU), edição de 29 de janeiro, trouxe a homologação do resultado final da outorga da FM educativa para a FUERN.

A FUERN ficou em primeiro lugar entre 11 instituições que pleiteavam a concessão da FM educativa, no edital lançado em outubro de 2015. Desde então, o reitor Pedro Fernandes fez várias viagens a Brasília cobrando o avanço do processo de outorga, nesse percurso recebeu importantes apoios da então senadora Fátima Bezerra, do deputado Beto Rosado, e do ex-ministro Henrique Alves.

"Esta é uma notícia que nos deixa muito felizes, pois essa emissora será um laboratório muito importante para os nossos estudantes de Comunicação, além de ser mais um canal para aproximar a UERN da sociedade, com a divulgação das notícias institucionais. Vamos agora aos próximos passos com a entrega dos projetos e a documentação ao MCTI. Após essa análise, a outorga precisa ser endossada pelo Congresso Nacional", comentou o reitor Pedro Fernandes.

O professor Esdras Marchezan, subchefe de Gabinete, acompanhou todo esse processo, pois era chefe do Departamento de Comunicação (DECOM) quando a FUERN submeteu e venceu a disputa pela concessão da FM Educativa: "É uma conquista importante, que mostra que todo o trabalho feito até agora valeu a pena. Poucos sabem, mas durante todo este processo a Anatel chegou a retirar o canal de FM Educativa previsto, de Mossoró. Foi a intervenção da Reitoria da Universidade, junto ao Ministério, que restabeleceu o previsto e tornou possível que pudéssemos comemorar hoje. A FM Universitária é um serviço essencial para a sociedade mossoroense, por ser um canal público de comunicação, e também fundamental para o fortalecimento da formação dos nossos estudantes", observou Esdras.

O professor Ricardo Silveira, chefe do DECOM, destaca a importância da FM para a formação dos estudantes: "A FM Universitária é um dos traços mais importantes do Departamento de Comunicação Social, de seus cursos, e sua volta, através da outorga agora homologada, foi uma luta de muitas pessoas, do DECOM e da Administração Central, uma conquista coletiva. A formação dos e das estudantes, especialmente de Radialismo e do novo curso de Rádio, TV e Internet, precisa cada vez mais da rádio em funcionamento, com toda a estrutura necessária. É com muita felicidade que recebemos essa notícia", afirmou Ricardo Silveira.

O Edital nº 305, de 25 de janeiro de 2019, do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações/Secretaria de Radiodifusão, estabelece prazo de 120 dias para que a FUERN apresente a documentação e os projetos técnicos da FM Educativa. A expectativa é de que vencidos todos os prazos, a FM Universitária da UERN volte até o final do ano.