Hemocentro Mossoró registra queda de 70% no número de doações

Segundo a assistente social Lenita Helena, há dificuldade no estoque de todos os tipos sanguíneos e o apelo neste momento é para que a situação não piore.

Foto: Cedida
Foto: Cedida

É crítica a situação do Hemocentro Mossoró. Em conversa com a reportagem da Rádio Rural na manhã desta terça-feira, 7, a assistente social da unidade, Lenita Helena, revelou que o número de doações caiu aproximadamente 70% nos últimos dias, reflexo da pandemia do novo coronavírus.

Segundo a assistente social, há dificuldade no estoque de todos os tipos sanguíneos e o apelo neste momento é para que a situação não piore. "Não podemos esperar zerar o estoque para convocar a população", alertou.

Lenina ainda destaca que o Hemocentro tem adotado todos os cuidados recomendados pelas autoridades sanitárias para garantir a segurança no fluxo de atendimento, disponibilizando álcool em gel em diversos ambientes, mantendo a distância necessária entre doadores e funcionários, entre outras medidas.

"Se você está saudável e atende os requisitos para doação, compareça ao Hemocentro Mossoró. Funcionamos de segunda a sábado, ao lado do Hospital Regional Tarcísio Maia", finaliza a assistente social.