Estagiários X Prefeitura de Mossoró: ninguém ganha essa disputa

Movimento dos estagiários é legítimo, mas perde em credibilidade quando é associado a agentes políticos da oposição

Foto: Blog do Skarlack
Foto: Blog do Skarlack

Opinião

A celeuma envolvendo os estagiários contratados pela Prefeitura de Mossoró ganhou um novo capítulo nesta quinta, 3. Um grupo formado por representantes dos estudantes decidiu protestar durante a cerimônia de posse da Mesa Diretora da Câmara Municipal, evento no qual a prefeita Rosalba Ciarlini participava como convidada.

Alguns estagiários chegaram inclusive a tentar barrar a saída da prefeita do local, cercando o carro em que estava a chefe do Executivo municipal, ato devidamente registrado por setores da oposição, inclusive com orientação da deputada estadual diplomada Isolda Dantas (PT), apontada como pré-candidata à Prefeitura de Mossoró em 2020.

O movimento dos estagiários é legítimo, mas perde em credibilidade quando é associado a agentes políticos que não estão, necessariamente, preocupados com a situação dos estudantes, mas tão somente em tumultuar a administração municipal, que passa por desgaste e precisa se reinventar para chegar forte em 2020.

É preciso que se diga também que, de fato, os estagiários cumprem importante papel no serviço público municipal, grande parte deles atuando como auxiliares em salas de aula repletas de crianças com deficiência. Sem eles, a situação da Rede Municipal no que diz respeito ao Atendimento Educacional Especializado ficará complicada.

Mas estagiários não são servidores efetivos. Eles podem ser desligados a partir de ato discricionário da gestão, por conveniência e oportunidade. Estima-se que a Prefeitura de Mossoró direcione anualmente cerca de R$ 7 milhões para manutenção dos estagiários. O Município quer e precisa reduzir despesas, mas já anunciou que pretender retomar o Programa de Estágios posteriormente, remodelado.

Daqui, fica a torcida para que essa problemática seja solucionada da forma menos prejudicial possível para os estagiários, e que o grupo não se deixe levar por apoios de ocasião.