Com grande atuação, Leandro Higo vence luta contra americano no Bellator 228

Combate do mossoroense foi realizado no último fim de semana, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Por Fidel Nunes
Colaborador

O mossoroense Leandro 'Pitbull' Higo voltou a reecontrar o caminho das vitórias ao finalizar com uma guilhotina o americano Shawn Bunch, aos 4m34s do segundo round. Sem dar brecha ao adversário, Leandro foi superior na luta e usou o jiu-jitsu para encerrar a luta. O combate fez parte do card do Bellator 228, realizado no último fim de semana, em Los Angeles, nos Estados Unidos. O atleta lutou pelo peso galo (até 61kg) e chegou a sua 19° vitória no MMA.

Para chegar ao triunfo, Leandro Higo dividiu a preparação nos Estados Unidos e no Brasil. Nos EUA, a prioridade foi aprimorar o wrestling e para isso treinou com o atleta do UFC, Henry Cejudo, atual campeão do peso mosca (até 57kg) e do peso galo (até 61kg). O mossoroense acredita que esse intercâmbio tem sido muito válido, principalmente para melhorar na luta agarrada.

"Sempre tento evoluir em todas as áreas, principalmente no wrestling. Lá é o celeiro e o treinamento é muito duro. Além disso temos o Eric Albarracin como treinador em comum e isso facilita bastante essa interação. Já fui treinar lá nos Estados Unidos algumas vezes, ele já veio treinar aqui em Natal, na Pitbull Brothers e isso tem sido muito positivo. Minha relação com o Cejudo é muito boa, ele é um irmão. Tenho ajudado ele nos treinamentos dele e ele no meu", destaca.

Embora ainda esteja se recuperando da última luta, Leandro Higo já projeta um novo adversário para o início do próximo ano. O próximo alvo é o também peso galo, James Gallagher, irlandês e companheiro de equipe de Conor McGregor. "Eu espero enfrentar esse irlandês, ele é um lutador duro, vem de vitórias e vou aguardar quem o Bellator vai me oferecer, se eu puder escolher quero pegar ele. Se Deus quiser com mais três vitórias posso voltar a disputar o cinturão".

Mesmo já tendo vencido várias batalhas na vida, Leandro Higo sente que ainda não venceu uma que já vem travando há muito tempo, a falta de apoio do poder público. Durante toda carreira, Leandro sempre carregou o nome e a bandeira de Mossoró, seja em lutas no Brasil ou no exterior. "Levo o nome de Mossoró com muito orgulho, sou da terra, comecei treinando aqui e faço questão de mostrar que sou 'cuscus com rapadura'. Infelizmente não tenho nenhum apoio do poder público. Em outros Estados a gente ver atletas recebendo bolsas e tendo patrocínio para levar o nome da cidade. Espero um dia que também reconheçam meu trabalho como uma forma de publicidade positiva para a cidade".

Atualmente Leandro Higo no Bellator e Claudinha Gadelha no UFC, são os únicos atletas de MMA a representarem Mossoró no cenário internacional. Com a última vitória, Leandro agora tem um cartel de 26 lutas, sendo 19 vitórias e apenas cinco derrotas. O faixa preta de jiu-jitsu conseguiu a maior parte de seus triunfos por submissão, foram 11 vitórias por finalização, 5 por decisão e 3 por nocautes.