Aulas na Escola Genildo Miranda devem ser retomadas no próximo dia 20

Nesta quarta, 14, funcionários e pais de alunos chegaram a ocupar a Secretaria de Educação cobrando a conclusão da "Escola Verde"

Foto: Secom/PMM
Foto: Secom/PMM

Os alunos matriculados na Escola Municipal Genildo Miranda, localizada na comunidade de Lajedo, região da Alagoinha, zona rural de Mossoró, continuam aguardando o início das aulas, que deveriam ter sido retomadas no dia 19 de fevereiro. A expectativa agora é que os discentes voltem à escola no dia 20 de março.

Nesta quarta-feira, 14, um grupo de funcionários e pais de alunos chegou a ocupar a sede da Secretaria de Educação do Município, cobrando urgência na conclusão das obras da chamada "Escola Verde", que absorverá a demanda da Genildo Miranda, cujo prédio atual não possui mais condições estruturais de funcionamento, conforme denunciado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum) no dia 23 de fevereiro (relembre AQUI).

"O Sindiserpum tem acompanhado de perto as negociações e prestado todo o apoio necessário e cobrado maior empenho dos órgãos competentes e uma resolução para o problema que aflige os alunos, os servidores e a população daquela comunidade", ressaltou o Sindicato nesta quarta, 14, durante a ocupação na Secretaria de Educação.

O grupo, que estava acompanhado dos vereadores Didi de Arnô, Isolda Dantas, Rondinelli Carlos, Petras Vinícius e Genilson Alves, chegou a ser recebido pela secretária de Educação, Esporte e Lazer, Magali Delfino. Ela informou que os serviços de acabamento nas salas de aula e cozinha serão concluídos de forma emergencial.

"Assim como os pais dos alunos desta escola, nós que fazemos parte da administração municipal, estamos preocupados com a conclusão desta obra. A empresa vai retomar os trabalhos em caráter de urgência para concluir os acabamentos nas salas de aula e cozinha para viabilizar o início do ano letivo 2018", disse a secretária.

A reunião entre a secretária e a comissão de pais aconteceu no auditório do Centro Administrativo, e contou com a participação do gerente de obras da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Valmir Arcanjo. De acordo com ele, todos os esforços estão sendo tomados para garantir a conclusão do serviço.

"Para que a escola tenha condições de receber alunos, professores e funcionários vai ser preciso um trabalho emergencial nas salas de aula e cozinha. Esses acabamentos podem ser concluídos até a próxima segunda-feira, dia 19 de março. Paralelamente a isso nossa equipe estará acompanhando a finalização da obra", afirmou o gerente de obras.

"Apesar desse atraso no início do Ano Letivo 2018 na Escola Municipal Genildo Miranda, eu enquanto secretária garanto que nenhum aluno terá prejuízo de conteúdo. A equipe pedagógica da escola estará reunida com a equipe técnica da secretaria para elaborar um novo conclui Magali.

Com informações da Prefeitura de Mossoró e do Sindiserpum