Associação de Pais e Amigos dos Autistas é reconhecida como de Utilidade Pública

Projeto de Lei de iniciativa do vereador Rondinelli Carlos (PMN) foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal de Mossoró.

Foto: Edilberto Barros/CMM
Foto: Edilberto Barros/CMM

A Câmara Municipal de Mossoró aprovou na sessão desta quarta-feira, 24, por unanimidade dos parlamentares presentes, o Projeto de Lei nº 251/2018, que reconhece como de Utilidade Pública a Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Mossoró e Região (AMOR). A iniciativa é de autoria do vereador Rondinelli Carlos (PMN).

Fundada oficialmente em 24 de julho de 2017, a AMOR possui hoje aproximadamente 80 famílias associadas e desenvolve importante papel no auxílio às famílias das pessoas diagnosticas com o Transtorno do Espectro Autista (TEA). "Diante da relevância da AMOR para a sociedade mossoroense, se faz necessário o seu reconhecimento como uma associação de Utilidade Pública", pontuou o parlamentar.

O mandato do vereador Rondinelli Carlos tem entre as suas principais bandeiras a defesa dos direitos das pessoas com deficiência. Nesse sentido, já foi aprovada e sancionada pelo Poder Executivo local a lei que institui a Política Municipal de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista e ainda a lei que cria o Programa Municipal de Assistência à Criança Portadora de Microcefalia, entre outras proposições.

"Nosso gabinete está sempre atento às demandas apresentadas pela população mossoroense, principalmente no que diz respeito aos direitos das pessoas com deficiência. Em parceria com instituições como a AMOR, estamos buscando a efetivação de políticas públicas que garantam que esses direitos sejam respeitados em sua plenitude", concluiu Rondinelli Carlos.