Apoio ao esporte é destaque no mandato do vereador Rondinelli Carlos

Em pronunciamento na Câmara de Mossoró nesta quarta, 17, parlamentar apresentou ações executadas pelo seu mandato na área 

Foto: Edilberto Barros/CMM
Foto: Edilberto Barros/CMM

O vereador Rondinelli Carlos (PMN) destacou, na sessão desta quarta-feira, 17, o apoio do seu mandato a atividades físicas que proporcionam bem-estar à população mossoroense. O parlamentar citou como exemplo o projeto executado na Praça Otacílio Negreiros, no bairro Abolição I, onde são oferecidas, todas às terças e quintas, aulas gratuitas de dança aos moradores da região.

"O projeto conta com o apoio do Gabinete do Povo desde a sua criação, em 2017. As aulas acontecem sempre a partir das 17h30, às terças e quintas. É um momento oportuno para os moradores do Abolição I, II, III, Cordões, parte do Santo Antônio e também de outros bairros praticarem atividades físicas", afirmou o edil.

Rondinelli também reforçou a importância da ampliação do projeto Viva a Vida, que nesta terça, 16, chegou à Comunidade do Jucuri, por indicação do parlamentar. "Fizemos a solicitação em 2017 e agora a programação chega ao Jucuri, sendo realizada na Praça Ilma Fernandes, sempre às terças e quintas-feiras, das 16h30 às 17h30. Recentemente, o Viva a Vida também foi ampliado para a Ilha de Santa Luzia, atendendo indicação do nosso mandato", acrescentou o vereador.

UEI DO SUMARÉ

Ainda no seu pronunciamento, Rondinelli Carlos mencionou a visita que fez nesta terça, 16, às obras da Unidade de Educação Infantil (UEI) do bairro Sumaré, iniciadas no mês de setembro e com prazo de conclusão para 12 meses. "Conversamos com o mestre de obras e constatamos que os serviços estão seguindo à risca o cronograma estabelecido", reforçou.

O vereador ainda comentou a situação atual do Parque da Criança, cujo trabalho de restauração está em fase de finalização. "A obra está praticamente concluída, esperamos que em breve os mossoroenses possam ter de volta esse equipamento público. Queremos aqui fazer um pedido ao secretário de Desenvolvimento Econômico, Lahyre Neto, para que, ao utilizar os mecanismos legais previstos no regimento interno do Parque, possa atender as pessoas carentes da nossa cidade, facilitar esse acesso. As regras de utilização do espaço precisam ser discutidas junto à população", encerrou o edil.