Abrigo estruturado pela Prefeitura recebe primeiros moradores em situação de rua

Abrigo possui 60 vagas e está montado na Escola Municipal Leôncio José de Santana, Centro de Mossoró.

Foto: Secom/PMM
Foto: Secom/PMM

Da Secom/PMM

Os primeiros moradores em situação de rua começaram a chegar na tarde desta terça-feira (7) ao abrigo montado pelo Município, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Juventude, na Escola Municipal Leôncio José de Santana, Centro de Mossoró. Inicialmente, os abrigados respondem um questionário. Após a entrada, todos eles só podem sair ao o final da pandemia do novo coronavírus, cumprindo totalmente as determinações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

"Eles entram e só vão sair quando o abrigo for encerrado. Ou seja, quando a pandemia acabar e o vírus estiver controlado. A ideia é que eles estejam em quarentena social", explicou Valeria Samantha, assistente social e coordenadora do abrigo provisório.

Marcelo Leonardo vive em situação de rua há 8 meses. Ele ficou grato com a oportunidade de ter um local para ficar. "Não tinha condições de pagar aluguel e acabei indo para rua. Me sinto bem com essa oportunidade e quero ficar aqui. Soube do programa através dos 'irmãos' que foram deixar comida para nós. Gostei do atendimento", comentou.

Jesiel da Silva enxerga esse período que vai ficar no abrigo como uma chance para vencer o vício no álcool e quem sabe, mudar de vida. "É melhor ficar aqui do que dormir na rua. Não tinha onde ficar. Eu bebo demais e perdi muita coisa por isso. Era crente e sai por causa do álcool. Quem sabe essa não seja uma oportunidade para mudar de vida", falou.

O abrigo possui 60 vagas para moradores em situação de rua. A coordenadora Valeria Samantha ficou surpresa com a grande busca no primeiro dia que o abrigo abriu as portas. "Estou bem surpresa com eles terem chegado hoje. As vezes não conseguimos dialogar no período da noite com eles, por conta da quantidade de pessoas. Fiquei muito satisfeita pela chegada deles hoje, e por muitos que não apresentavam ter tanto interesse, estarem aqui", comemorou, lembrando também da parceria com a UERN e UFERSA.

"Quero frisar a parceria com os residentes da UERN e os médicos da UFERSA. Eles estão vindo dar assistência a gente", finalizou.