Saúde deve imunizar mais de 82 mil pessoas durante campanha contra a gripe

Secretaria Municipal de Saúde já recebeu 20% das doses que serão aplicadas; campanha começa no dia 10 de abril.

Foto: Secom/PMM
Foto: Secom/PMM

Da Secom/PMM

As Unidades Básicas de Saúde da Prefeitura de Mossoró estão preparadas para participar de mais uma Campanha Nacional contra a Influenza, popularmente conhecida como Campanha da Gripe. Neste ano, a 21ª edição da Campanha vai acontecer do dia 10 de abril a 31 de maio nas UBSs, tendo o dia 04 de maio como Dia D de mobilização nacional.

Segundo o Ministério Saúde (MS), são em média 82.707 pessoas na cidade dentro dos grupos prioritários que devem receber a vacina que protege contra a influenza A/H1N1pdm09, A/H3N2 e influenza B. Os públicos-alvo são crianças de 6 meses a menores de 6 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias); gestantes; puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto); indivíduos com 60 anos ou mais de idade; trabalhadores da saúde; professores de escolas públicas e privadas; grupos de pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; povos indígenas; população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

A meta do MS é imunizar, pelo menos, 90% de cada um desses grupos prioritários. A Secretaria de Saúde recebeu 20% das doses que serão aplicadas e está encaminhando nesta terça-feira (09) para as Unidades Básicas de Saúde.

A administração das doses nesta campanha vai ser diferente. O Ministério da Saúde está orientando que as crianças, gestantes e puérperas sejam vacinadas de 10 a 19 de abril para que também seja possível atualizar a caderneta de vacinação das crianças. Esse público ainda poderá ser vacinado até o fim da campanha, mas o recomendado é que compareça nos primeiros dia. A partir do dia 22 de abril a 31 de maio os demais grupos prioritários começarão a ser vacinados.

A cidade de Mossoró vem desempenhando um papel importante para ajudar a elevar os índices de cobertura vacinal da influenza no Estado, e até nacional, porque vem ultrapassando desde o ano de 2017 a meta mínima de 90% de cobertura antes mesmo dos fins das campanhas. A Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância em Saúde e Setor de Imunizações, continua trabalhando para que neste ano o público-alvo também seja vacinado antes do fim campanha. 

O setor de Imunizações Municipal pede que a população sempre fique atenta e busque manter hábitos de limpeza regulares que possam evitar possíveis transmissão da gripe e outras doenças respiratórias:

Lavar as mãos com frequência;

Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;

Limpas as mãos após tossir ou espirrar;

Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

Manter os ambientes bem ventilados;

Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de gripe;

Evitar aglomerações e ambientes fechados (procurar manter os ambientes ventilados).